Palpi: 2013
Loading...

sábado, 7 de setembro de 2013

Máquina de lavar X Tanquinho

Os fatos não são recentes, mas aconteceram da seguinte maneira: sempre achei que as pessoas que trabalham no dia a dia de uma casa sabem qual o melhor produto ou ferramenta devemos utilizar. Deveria ser assim, mas essas minhas aquisições, baseadas em opiniões de quem deveria saber, foram furadas. Das duas uma: ou elas não sabem nada de nada ou me odeiam.
Conversei com a empregada da minha sogra -- anos e anos trabalhando lá -- e ela me aconselhou a comprar uma máquina de, no mínimo, 10kg. Até aí,tudo bem, do contrário haverá dificuldade para lavar edredons, colchas e tal.
Na loja, a vendedora, filha de uma doméstica conhecida e mãe de quatro filhos, aconselhou-me a comprar uma máquina da Consul - Maré Super:
-- Essa máquina não quebra e as peças, se necessário, são de fácil reposição. Minha mãe está superfeliz, a máquina lava roupa que é uma beleza.
Na época, custava o mesmo valor de uma Brastemp com um painel todo elaborado, que, segundo a vendedora, era difícil de consertar, caso desse uma pane naqueles controles automáticos todos. Como moro onde o vento faz a curva e os consertos são quase que totalmente inexistentes, caí como uma pata. Paguei e trouxe o elefante branco pra casa. Basta colocar roupa suja na máquina para vê-la sair do mesmo jeito. Uma beleza!
Num dia de visita da faxineira, mãe de três filhos, indignada como a minha máquina trabalhava mal, aconselhou-me a comprar um tanquinho colormaq, turbo clean, de 9kg, igual ao dela:
-- Ah, esse lava roupa de verdade! Meu marido e as crianças sujam muito a roupa e basta colocar no tanquinho para saírem limpinhas.
Lá vai a pata, pata aqui, pata acolá! Além de deixar a roupa toda embramada, para limpar o tanquinho, é preciso tirar o batedor. Veja como é fácil:


E pode dar quantas pancadas quiser que não sai. É mais fácil quebrar a mão.
Vai na conversa de quem "entende" pra você ver o resultado.
Três porcarias!


Humor

Pic Cheesecake and Vogue


sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Filé à parmegiana


Outra dica bem fácil e saborosa. Basta comprar o bife já empanado no açougue ali da esquina e colocar no forno por meia hora (15 minutos de cada lado), abrir uma lata de tomates pelados ou outro da sua preferência, fatias de muçarela e queijo parmesão ralado.
Num refratário. coloque a primeira camada de molho (para os bifes não grudarem); a segunda camada de bifes (corte-os, se necessário); a terceira de muçarela. a quarta de molho; mais uma camada de bife; mais uma camada de muçarela, outra de molho e a última de queijo parmesão ralado. Leve ao forno por 15 minutos ou pouco mais.


sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Tudo a ver

Pic Enfim casada


Cerveja estupidamente gelada em minutos

Não gosto de cerveja, mas, claro, a dica serve para refrigerantes, até mesmo em lata. Achei muito interessante, ainda mais porque nunca ouvi falar disso na vida. Vou experimentar. Enquanto isso não acontece, aqui vai:
- Enrole a garrafa (ou lata) com uma folha de papel toalha e coloque embaixo da torneira;
- Depois que o papel absorver a água, coloque-a no congelador;
- Espere por 20 minutos (mais que isso pode congelar).


Pics Enfim casada

A blogueira diz que é tiro e queda.

Update: Passei a novidade para o meu filho que precisava gelar a cerveja rapidamente para um churrasco de última hora. Depois de falar com um amigo, ao que parece, expert em gelar cerveja, achou melhor deixá-la gelando naturalmente. Descobriu que tinha mais tempo disponível e tal. Cheguei a uma conclusão: diferente do que fazem com as mulheres, com cerveja os homens não brincam.


Manchas

Uma amiga me enviou um e-mail falando sobre a House Shine, empresa que presta serviços de limpeza. Curiosa, dei uma volta pelo site, que é bem feitinho, e me interessei pelo serviço. Infelizmente, o local mais próximo é longe daqui, o que torna a experiência inviável. #mimimi
Sempre fico curiosa com produtos mirabolantes que tornam a limpeza da casa mais fácil. Sim, a empresa possui panos, flanelas que agarram a sujeira e não a espalham pelo chão, também tem aqueles rodos que facilitam a limpeza de qualquer tipo de piso, além de produtos que limpam tudo de forma rápida e eficiente. Ah, sonho meu!
Então, mas procurando por alguém que tivesse utilizado os serviços da empresa, encontrei um blog de uma fanática por limpeza, que, além de elogiar os serviços, dá dicas de limpeza, que eu trouxe para cá para experimentar posteriormente. Eu, você sabe, já experimentei tanta coisa que nem sei mais. Vamos a elas:
- Para retirar as manchas de suor das roupas, deixe-as de molho em água morna e vinagre. As manchas desaparecem num instante!
Essa eu preciso ver, porque já usei de tudo contra as manchas de suor e/ou desodorante, e os resultados não foram tão eficientes assim. Não custa tentar novamente.
- Para remover as nódoas de chocolate, mergulhe a peça em água quente com sal.
- Para limpar uma nódoa de cosméticos, limpe com aguarrás, lave com água tépida ou passe uma esponja húmida. Se quiser limpar verniz para as unhas, absorva o máximo possível e de seguida remova com acetona.
- Para limpar ferrugem, humedeça com sumo de limão, ou com vinagre branco, e cubra com uma pequena camada de sal fino. Ao fim de uma hora, enxagúe em água fria e lave normalmente!
Espero que não tenham muitas nódoas em casa, mas se tiverem, utilizem estas dicas, porque resultam!
Humedecer está com "h" porque a mulher é portuguesa, com certeza. ;)


sábado, 24 de agosto de 2013

Couve manteiga refogada

É o básico dos básicos, mas eu não sabia fazer.



A couve deve ser refogada de 15 a 20 segundos. Muito rápido e fácil.


terça-feira, 20 de agosto de 2013

Batedeira


Eu quero uma dessas. Vermelha ou amarela ou preta.


Leite condensado caseiro

Uma das grandes vantagens de fazer o leite condensado em casa é de conseguir diminuir a quantidade de gordura, ficará mais leve e menos doce do que o industrializado.
Você poderá fazer brigadeiros, cobrir bolos, tortas e até mesmo comer com uma salada de frutas.
Se você é diabético, outra vantagem, poderá fazer esta receita com o adoçante que costuma utilizar.
Faça seu leite condensado em casa e veja o quanto gostoso ele fica.
Receita de leite condensado caseiro
Ingredientes:
  • 02 xícaras de chá de leite em pó
  • ½ xícara de chá de açúcar ou 03 colheres de sopa de adoçante
  • 01 xícara de chá de água morna
Modo de preparo:
  • Bata no liquidificador a água com o açúcar por 3 minutos.
  • Adicione o leite em pó e bata por mais 5 minutos (na potência média) e estará pronto para o uso

Fonte: Pé na Cozinha

Já fiz receita de leite condensado anteriormente e não gostei do resultado. Essa está diferente e, um dia, tentarei fazer.


#quote

Pic Snob


segunda-feira, 12 de agosto de 2013

#quote

Pic madame-bazaar
Pernacchia!


Feito por mim

Sabe a receita de lasanha de linguiça toscana do post anterior? Então, fiz mesmo! Claro que com algumas alterações, mas não foi proposital, como costumeiramente. É que eu já tinha uma quantidade considerável de linguiça calabresa em estoque.
Então, tirei a pele da calabresa, coloquei-a no multiprocessador e segui os passos da receita. Usei quatro calabresas e deu um belo de um molho. Ah, também acrescentei fatias de peito de peru e muçarela. Quatro pessoas se fartaram de tanto comer e ainda sobrou um pedacinho, aquele que todo mundo quer, mas acha que seria gula comer -- aqui em casa acontece dessas coisas.
Como sobremesa, fiz um pavê de morango, se é que se pode chamar assim. É super fácil e, pela primeira vez na vida, consegui bater um chantilly sem sujar a cozinha toda. Fiquei muito orgulhosa. Utilizei um saquinho de suspiro pronto (devidamente esfarelados), duas caixas pequenas de chantilly Fleischmann (200 ml) e duas caixas de morangos. Não ficou como o da foto, porque fiz uma montagem diferente, mas se eu a tivesse visto antes, poderia ter feito assim. Fica uma sobremesa leve. O almoço foi simples, mas um sucesso.


sábado, 10 de agosto de 2013

Lasanha de linguiça toscana

Estava no maior dilema. O que fazer para o almoço de amanhã? Eu até gostaria de saber fazer algo elaborado e interessante, mas para meus dotes culinários essa lasanha já está de bom tamanho.

"(...) Nem dá pra falar muito em receita por aqui. É tudo tão fácil, que me dá até vergonha... 

Pra fazer uma lasanha grande, eu usei uns 6 gomos de linguiça toscana, retirando a carne de dentro da pele e descartando eventuais pedaços maiores de gordura.
Fritei em um pouco de azeite uma cebola picadinha até dourar. Adicionei um pouco de alho amassado, refoguei mais um pouco e joguei a carne da linguiça ali, pra fritar junto. Quando a carne estava bem frita, juntei 3 latas de tomates pelados, um punhado de salsinha picada e um tanto de pimenta calabresa (eu queria mais apimentada, então coloquei uma colher de sopa), cozinhando até formar um molho bem substancioso.
Daí, foi só montar as camadas de lasanha, intercalando massa, o molho de linguiça e queijo mussarela. Por cima de tudo, um pouco de catupiry e foi pro forno, pra gratinar. Fácil, fácil! (...)"

Diretamente do Cozinha Pequena pra cá. Farei amanhã. Tcharam!

#microconto

Sou quadrada. Não gosto de triângulos.

-- Palpi


terça-feira, 6 de agosto de 2013

Almoço

Hoje vou de "cozinha pequena": macarrão ao pesto de rúcula e bacon bem tostadinho.


Tá servido?


sábado, 3 de agosto de 2013

O Segredo do Sucesso

Este filme com o simpático Jack Canfield, um dos participantes de "O Segredo", a meu ver, é muito superior ao anterior, por ser mais rápido e também por abordar algo que vai além do fato de descobrir e perdoar suas fraquezas, mas desafiá-las e, assim, tornar-se a pessoa que gostaria de ser, através de seu esforço pessoal. Este vídeo ensina que há coisas que ninguém pode fazer por você a não ser você mesmo.


"O que você pensa de mim não é da minha conta."

O Efeito Sombra

Encontre o Poder Escondido na Sua Verdade, com Deepak Chopra, em O Efeito Sombra. O filme conta com a participação dos autores do best seller homônimo.
"A sombra é tudo aquilo que não queremos ser, mas somos."
Ainda não assisti, mas trouxe pra cá. Assim que tiver oportunidade, aperto o play e dou palpite.


Update: Assisti, do começo ao fim, porque sou curiosa, mas não é um filme que eu recomendaria. Não que eu o tenha achado ruim, mas também não o achei bom. Achei-o sem novidades ou minha sombra achou, não sei. ;)

domingo, 28 de julho de 2013

Adesivos

Adesivos nos azulejos da cozinha.


Pics Leticia Dias

Update: Coloquei na minha cozinha e adorei o resultado. Menos branca e mais alegre. Também coloquei um com uma estampa maravilhosa no meu lavabo. Ficou um luxo.


sexta-feira, 26 de julho de 2013

Solução dos sonhos

23 de julho de 2013
Por Nizan Guanaes, publicado originalmente na Folha de S. Paulo.

Tenho lutado continuamente para me reinventar e reinventar o meu negócio. Fiz um grupo de comunicação justamente porque tinha e tenho consciência de que às vezes a melhor campanha de publicidade é um bom plano de relações públicas. Ou um trabalho de marketing direto. Ou uma ação digital.
Em tese, todos concordam com isso. Mas colocar isso em prática é como fazer dieta. Dificílimo.
Eu não corro duas horas por dia porque eu amo. Mas porque preciso disso para ter pique e ter bom sono.
As pessoas ferem suas empresas brigando com o novo. E querendo ter razão.
Eu não quero ter razão, eu quero ter sucesso. Cerco-me de mentes jovens que sabem mexer, fazer e ver coisas que eu não sei. Mas também adoro gente de cabelo branco.
Sou uma pessoa que adora falar. Mas eu também adoro ouvir. Não tenho medo de voltar atrás, de desdizer e desfazer em segundos a bobagem que eu fiz. É melhor aprender com os erros dos outros. Mas, se você errar, erre logo e corrija mais rápido ainda.
Faço parte de uma equipe digital que tem produzido alguns dos trabalhos mais "likados" do mundo digital do Brasil. Mas não adianta olhar só para o novo em busca do novo. Velhos elementos funcionam muito bem em novos tempos.
A roda e a alavanca não perderam sua utilidade séculos e séculos depois de descobertas. Elas ainda oferecem muitas soluções para o mundo de hoje e o mundo de amanhã.
Adoro criar para o rádio, um meio burramente desprezado por muitos hoje em dia. E acabo de comprar de uma só vez mais de 500 páginas de anúncio para um cliente porque mídia impressa é uma grande oportunidade, com uma grande (relação com sua) audiência. Tem coisas que só existem no papel. Assim como tem coisas que só existem na internet.
Estamos naquele momento Santiago de Compostela. Foco no essencial. Escolha um cajado, leve o mínimo possível e, acima de tudo, cuidado para não molhar os pés e não criar bolhas.
Se você me perguntar o que eu estou fazendo neste momento pela minha empresa, eu respondo prontamente: controle de custos e muito exercício. Eles não melhoram a realidade, mas a percepção.
No fim do dia, vou novamente à academia Bodytech me exercitar. Grandes empreendedores que conheço fazem atividade física intensa, e hoje, para mim, é fácil entendê-los. Ajuda a despertar, a dormir e a sonhar. E, quando a realidade está difícil, o melhor caminho é sonhar.
Como disse lindamente o mestre Oscar Niemeyer: a linha reta não sonha.
Pois é o sonho do chinês que sustenta o desenvolvimento chinês. Sua aspiração pessoal conectou-se de alguma forma à aspiração nacional. É o sonho americano que inspira o sonho do americano. O Brasil ainda não sonha assim. No futebol, talvez. É um caminho. Temos orgulho daquela camisa amarela. A força que projetamos nela, sentimos em nós. Entramos em campo para ganhar. Precisamos construir esse sonho grande e essa força para o país. O povo nas ruas caminha por isso e para isso.
A nova classe média não ia mesmo ficar parada. Ela sonha ascender mais e prover mais para si, para seus filhos e para seus netos. Seu movimento é impossível de ser detido e empurra o país.
Antes a brasileira tinha cinco filhos em média, e a maioria mal frequentava a escola. Hoje ela tem em média menos de dois filhos, que estão na escola e com probabilidade cada vez maior de chegar à universidade. Formarão uma geração muito diferente e muito mais preparada do que os seus pais para exercer e cobrar a cidadania econômica e social.
Por isso, e para isso, nós precisamos dar o próximo passo, superar as próximas barreiras. Elas ficam cada vez maiores à medida que se avança. Mas nós também crescemos.
Philippe Starck me disse certa vez que todas as vezes que ele tem um problema para resolver ele dorme. Dormindo, ele se sente uma impressora de ideias. Não é uma imagem genial?
Está difícil dormir? Vamos sonhar.


#quote

"Botem fé que a vida terá um sabor novo."

Papa Francisco

quarta-feira, 19 de junho de 2013

WOW

Maquiagem para cabelo.WOW mesmo!


Pretinho


A passeata

Antonio Prata é escritor. Publicou livros de contos e crônicas, entre eles "Meio Intelectual, Meio de Esquerda" (editora 34). Escreve às quartas na versão impressa de "Cotidiano".

Tinha punk de moicano e playboy de mocassim. Patricinha de olho azul e rasta de olho vermelho. Tinha uns barbudos do PCO exigindo que se reestatize o que foi privatizado e engomados a la Tea Party sonhando com a privatização de todo o resto. Tinha quem realmente se estrepa com esses 20 centavos e neguinho que não rela a barriga numa catraca de ônibus desde os tempos da CMTC. (Neguinho, no caso, era eu). Tinha a esperança de que este seja um momento importante na história do país e a suspeita de que talvez o gás da indignação, nas próximas semanas, vá para o vinagre.
Sejamos francos, companheiros: ninguém tá entendendo nada. Nem a imprensa nem os políticos nem os manifestantes, muito menos este que vos escreve e vem, humilde ou pretensiosamente, expor sua perplexidade e ignorância.

Anteontem, depois da passeata, assisti ao "Roda Viva" com Nina Capello e Lucas Monteiro de Oliveira, integrantes do Movimento Passe Livre. Ficou claro que, embora inteligentes e bem articulados, eles tampouco compreendem onde é que foram amarrar seus burros. "Vocês começaram com uma canoa e tão aí com uma arca de Noé", observou o coronel José Vicente. Os dois insistiram que não, o que há é um canoão, e as mais de 200 mil pessoas que saíram às ruas no Brasil, segunda-feira, lutavam por transporte público mais barato e eficiente. A posição dos ativistas de não se colocarem como os catalisadores de todas as angústias nacionais e seguirem batendo na tecla do transporte só os enobrece --mas estarão certos na percepção?

Duzentas mil pessoas de esquerda, de direita, de Nike e de coturno por causa da tarifa?

"Por que você tá aqui no protesto?", perguntou a repórter do "TV Folha" a uma garota na manifestação do dia 11: "Olha, eu não consigo imaginar uma razão para não estar aqui, na verdade", foi sua resposta. Corrupção, impunidade, a PEC 37, o aumento dos homicídios, os gastos com os estádios para a Copa, nosso IDH, a qualidade das escolas e hospitais públicos são todos excelentes motivos para que se saia às ruas e se tente melhorar o país --mas já o eram duas semanas atrás: por que não havia passeatas? Será porque a chegada do PT ao poder anestesiou os movimentos sociais, dificultando a percepção de que o Brasil vem melhorando, melhorando, melhorando e... continua péssimo? Ou será porque agora o Facebook e o Twitter facilitam a comunicação?

Se as dúvidas sobre as motivações --que brotam do solo minimamente sondável do presente-- já são grandes, o que dizer sobre o futuro do movimento? Marchará ou murchará? Caso cresça: conseguirá abaixar a tarifa? E, no longo prazo, terá alguma relevância? Mais ainda: adianta ir às ruas, fazer barulho? Ou a própria passeata extingue o impulso de revolta que a criou e voltamos todos para o mundinho idêntico de todos os dias, com a sensação apaziguadora de que "fiz a minha parte"?

Não tenho a menor ideia, estou mais confuso que o Datena diante da enquete, mas num país injusto como o nosso, em que a única certeza parecia ser a de que, aconteça o que acontecer, o Sarney estará sempre no poder, as dúvidas dos últimos dias são muitíssimo bem-vindas.


Camélia

Um recado de Santa Terezinha: "seus pedidos serão atendidos."
Um dia comum, uma linda camélia. Mimo inesperado de alguém mais inesperado ainda.


terça-feira, 18 de junho de 2013

Gold or Silver


To give our lives a fighting chance, and to rise up and make that battle worth the fight; we need to make a vow to ourselves to stop doing whatever it is that keeps us down.
— william chapman

Pics Portal Tudo Aqui, Tumblr